ConexãoNerd

Séries

Round 6 Post Instagram.jpg

Round 6 - O novo fenômeno da Netflix




Salve Salve meu polvo, vocês estão bem?

Hoje estou aqui pra falar com vocês sobre uma série que tem chamado muita atenção nas redes recentemente, e como vocês puderam conferir na capa, se trata de nada mais nada menos que Round 6 (Squid Game).

Eu não costumo assistir a séries somente pelo hype ou por que está no em alta do Netflix, entretanto, essa série me chamou a atenção por se parecer um pouco com Parasita (Uma série Coreana muito bem avaliada) e como tive uma grata surpresa com o filme, dei uma chance e fui conferir a série, e meeeus amigos, valeu muito a pena.

Neste artigo vou contar pra vocês um pouco sobre a história, SEM SPOILERS, e espero que ao sair daqui, vocês dêem uma conferida na série que no momento é a TOP1 da Netflix.

Bom, a história acompanha o protagonista Gi-Hun que logo no início nos faz sentir repulsa por ele. O personagem é malandro, mal-caráter, metido a espertão e outras características mais que nos fazem não gostar dele (Ele rouba a própria mãe). O único traço do Gi-hun pré Round 6 que nos acende uma centelha de compaixão é o amor que ele sente pela filha dele, de resto, é um crápula.

Gi-hun está atolado em dívidas (apostas e agiotas) e não tem a quem recorrer para conseguir o dinheiro, tendo inclusive que assinar um contrato com um agiota que o autorizaria a vender seu rim caso a dívida não fosse quitada e nisso entra em ação o recrutador dos "Vermelhos" (Vou chamar eles assim haha). O recrutador oferece a Gi-Hun essa "oportunidade" de participar de alguns jogos infantis e lá ele poderia conseguir dinheiro suficiente para quitar todas os seus débitos. Gi-Hun aceita a proposta sem saber (assim como todos os outros 455 participantes) o que o espera.

Essa é a introdução aos acontecimentos de Round 6 e o desenrolar e final da série embora não sejam perfeitos, são muito bons e na minha opinião bem trabalhos.

No decorrer da história temos alguns personagens marcantes como, um detetive infiltrado em busca do irmão, uma ex-militar norte coreana que precisa do dinheiro para ajudar seu irmão mais novo e buscar sua mãe na coréia do norte, um prodígio do bairro de Gi-Hun que supostamente era muito bem sucedido, mas se descobre que na verdade ele está falido. Temos também um valentão detestável que inclusive demorou a morrer haha, mas deu muito trabalho e um velhinho com tumor cerebral cujo desenrolar da história nos emociona.

A série também tem algumas subtramas que envolve tráfico de órgãos, críticas sociais e dramas da vida de pessoas comuns.

O final da série é bom e deixa um gancho para uma segunda temporada (triste). Acredito que como tudo que começa bem, Round 6 vá se desgastar com algumas temporadas inúteis e feitas pra arrecadar mais dinheiro, mas o jeito é aguardar e torcer para que não seja esse o caso.


Então é isso, vou ficando por aqui e não se esqueça de deixar sua avaliação e crítica sobre este artigo. 

Fiquem bem, até a próxima, vlw e até mais.


Nota 8/10

About Me

Pedro Doria

Meu nome é Pedro, tenho 23 anos e desde que me entendo por gente, sou apaixonado por jogos, quadrinhos, filmes e tecnologia (essa na verdade veio mais tarde haha!). Meu trabalho principal é como Analista de Infraestrutura e quando não estou dedicado resolvendo problemas, gosto de ver bons filmes, jogar bons jogos, ler bons livros e viver a vida!